Col Du Vent

Languedoc

Região Languedoc-Roussillon | Branco | 2016

Uvas: Grenache blanc, Marsanne e Vermentino.

frutado . refrescante .

Harmonização: Peixes, Queijos, Saladas

Valor normal:
R$65,00
Ficha técnica
Safra: 2016
Conteúdo: 750ml
Uvas: Grenache blanc, Marsanne e Vermentino.
Teor alcoólico: 13º
Temperatura de serviço: 12º
Estimativa de guarda: 2 anos
Como conservar seu vinho: Para o vinho mostrar todo o seu potencial quando for degustado, ele tem de ser armazenado em ambiente fresco, com controle de temperatura e umidade, livre de trepidações e sem contato com a luz.
Ficha de degustação
Cor: Amarelo palha
Aroma: Notas florais e de frutas amarelas (Marsanne), aromas de frutas confitadas e mel (Grenache Blanc).
Paladar: Marsanne traz frescura no ataque e a Grenache Blanc fornece um paladar suave.
Resumo: Este vinho è um corte de grenache branco, marsanne e vermentino de parcelas selecionadas, que dá este vinho redondo, muito perfumado com aromas florais e frutados. A uva marsanne traz o corpo de vinho e seu poder, o grenache blanc e o vermentino se complementam pelo gras e os aromas de flores, frutas brancas e especiarias doces. Esta intensidade aromática foi preservada pela fermentação a baixa temperatura da sua vinificação. Pode beber ele como aperitivo, é bom também com pratos com frutos do mar com especirias.
  • Seco
    Doce
  • Leve
    Potente
  • Simpes
    Complexo
  • - Frutado
    + Frutado
  • - Amadeirado
    + Amadeirado
  • - Tânico
    + Tânico
  • - Ácido
    + Ácido
Sobre a Região

Languedoc

Região: Languedoc-Roussillon
Vinícola: Castelbarry
Sobre a região: A região de Languedoc-Roussillon se estende ao longo do litoral mediterrâneo, beneficiando-se do clima ideal para o cultivo das vinhas que esta localização oferece. 

Anteriormente conhecida por sua grande produtividade de vinhos e por sua  qualidade inferior, o Languedoc-Roussilon vem mudando essa imagem nos últimos 30 anos. A diminuição da quantidade em benefício da qualidade, a reafirmação da identidade das apelações, o resgate da cultura viticultora real e a valorização dos diferentes terroirs tornou possível o renascimento da região, que hoje apresenta um dos melhores custo-benefício quando se trata de vinhos franceses. 

Oferece um painel completo de variedade: brancos, tintos, rosés, espumantes e licorosos. Foi nessa região que nasceu o primeiro vinho espumante do mundo, o Blanquette de Limoux, tido como a inspiração original para a produção do Champagne.

Oferece excelentes tintos, utilizando principalmente as uvas Grenache, Syrah, Mourvèdre e Carignan em sua assemblage. São encorpados, frutados e brilhantes, como um dia ideal de verão.