Château Moulin Riche

AOC Saint Julien

Região Bordeaux | Tinto | 2014

Uvas: Cabernet Sauvignon 57%, Merlot 33% e Petit Verdot 3%.

Equilibrado . Poderoso . Profundo . Aromático . Especiarias

Harmonização: Aves, Carnes vermelhas, Embutidos, Massas, Queijos

Valor normal:
R$399,00

A partir de 6 garrafas:

R$187,00
  • Compre 6 por R$187,00 cada e economize 54%
Ficha técnica
Safra: 2014
Conteúdo: 750ml
Uvas: Cabernet Sauvignon 57%, Merlot 33% e Petit Verdot 3%.
Teor alcoólico: 12,5%
Temperatura de serviço: 16 e 17º
Estimativa de guarda: 20 anos
Como conservar seu vinho: Para o vinho mostrar todo o seu potencial quando for degustado, ele tem de ser armazenado em ambiente fresco, com controle de temperatura e umidade, livre de trepidações e sem contato com a luz.
Ficha de degustação
Cor: Vermelho cereja.
Aroma: Aromas marcados com frutas negras (groselha) reforçados com notas picantes, minerais e tostadas.
Paladar: Na boca, o vinho é redondo com taninos sedosos. Também estão presentes, notas de frutas e especiarias.
Resumo:

O Château du Moulin Riche é o segundo vinho do Château Léoville Poyferré, mas é graças a Didier Cuvelier, com seu programa de reestruturação, o château é hoje um dos melhores vinhos da denominação de Saint Julien. O terroir desta propriedade está localizado no coração do Médoc, em um fabuloso solo de cascalho Garonne. O desenvolvimento deste vinho é feito em pequenas quantidades para produzir um grande vinho e de excelente qualidade. Equilibrado, poderoso e profundo, com uma bela aromática de especiarias.

ORIGEM

A origem da propriedade remota o ano de 1638. Na época, Léoville era a maior propriedade do Médoc, mas que foi fragmentada ao longo dos tempos e de gerações.

Léoville Poyferré inicia a lenda deste grande vinho em 1849 e, 15 anos depois, é consagrado como o 2º Grand Cru Classe. Em 1979, Didier Cuvelier começa a presidir.

 

TERROIR E VINIFICAÇÃO

Entre Margaux e Pauillac, na margem esquerda do estuário do Gironde, Saint-Julien é uma pequena denominação de 920 hectares que dá todas as suas cartas de nobreza aos vinhedos de Médoc.

O solo é coberto com pedras que naturalmente regulam a temperatura do solo. Cascalho, areia e argila são os outros componentes desta alquimia geológica, resultado de depósitos sedimentares que o Garonne depositou no período Quaternário. As vinhas da denominação estendem-se por ruídos finamente acinzentados pela erosão e desenhados para promover a melhor drenagem. O homem não teria feito melhor.

 

CHÂTEAU MOULIN RICHE

Depois de 2009, o Château Moulin Riche voltou a assumir a sua própria identidade, o que ele foi, em 1932, quando elevado como "Cru Bourgeois Exceptionnel". 

O Château MOULIN RICHE produz vinhos de uma tipicidade especial, incluindo as uvas Cabernet - Sauvignon e Merlot com mais flexibilidade em taninos, assim, mais acessível em sua juventude.

  • Seco
    Doce
  • Leve
    Potente
  • Simpes
    Complexo
  • - Frutado
    + Frutado
  • - Amadeirado
    + Amadeirado
  • - Tânico
    + Tânico
  • - Ácido
    + Ácido
Sobre a Região

Região: Bordeaux
Vinícola: Societé Fermière du Château Leoville Poyferré
Sobre a região: Bordeaux é região francesa que mais exporta vinhos tintos e de todas as regiões vinícolas do mundo, mantém a maior regularidade de nível de qualidade, sendo a mais bela vitrine dos vinhos franceses.

Esta região, como outras regiões francesas, sofreu muito com as pragas, guerras e crises econômicas, e teve como marco de seu renascimento, o ano de 1960, graças ao progresso da enologia e ao investimento maciço na região.

De forma didática e simples podemos classificar os vinhos de Bordeaux da seguinte forma: Margem Esquerda: tintos secos e de personalidade, com uma mistura Cabernet Sauvignon e Merlot mais rústica, em notas de groselha, menta, tabaco e cascalho. Potencial de guarda que excede a 20 anos. São os Medoc típicos, que incluem Saint Estèphe, Saint Julien, Listrac e Margaux; Já os vinhos da Margem Direita: tintos um pouco mais suaves de Merlot com Cabernet Franc. Sabores de cereja, tabaco e menta e como representantes as regiões de Pomerol, Saint Emilion e Fronsac.

É uma região riquíssima em história, apaixonante de se conhecer e beber.